A logística de distribuição é um dos principais setores dentro das empresas. Além de garantir que as mercadorias cheguem aos destinos finais com máxima segurança e no prazo estabelecido, ela também é responsável por diminuir os gastos através de estratégias específicas.

 

E uma pergunta muito comum que pode surgir em sua mente é: quais são as principais etapas da logística de distribuição?

 

Quais são as etapas principais da logística de distribuição?

 

Sabemos que, hoje em dia, os consumidores estão cada dia mais exigentes. E com o crescimento das compras on-line, o preço do  frete e a pontualidade na entrega são fatores decisivos para garantir a satisfação do cliente final. 

 

Pensando nisso, a Logística de Distribuição é o setor responsável por garantir que as mercadorias corretas cheguem aos seus destinos no prazo e local pré-estabelecidos. E para que isso seja possível, ela engloba atividades operacionais e estratégicas para planejar desde a movimentação dos itens até a entrega no destino final.

 

Parece simples, mas não é. A Logística de Distribuição engloba várias etapas — mais especificamente cinco —, as quais são divididas em inúmeras pequenas tarefas.

 

Quer entender mais sobre como ela funciona? Confira agora as principais etapas da logística de distribuição de mercadorias.

 

Quantas etapas a logística de distribuição tem?

 

A Logística de Distribuição é um processo contínuo, onde cada etapa é dependente uma da outra. Do fechamento do pedido até a entrega ao cliente final, cada etapa está interligada uma à outra e todas precisam estar em pleno funcionamento para que nada dê errado.

 

De maneira geral, a logística de distribuição é composta por cinco etapas: gestão de transporte, checagem de cargas, controle de fretes, análise de indicadores de desempenho e roteirização das entregas.

 

Vamos esmiuçar cada uma delas nos próximos tópicos.

 

  1. Gestão de transporte

 

A gestão de transporte é a base de toda e qualquer tomada de decisão quando o assunto é movimentação de cargas. Ela é a etapa onde se faz a  análise dos custos  e qual a forma mais rápida de transportar a mercadoria.

 

A partir disso, calcula-se as tarifas de frete cobradas dos clientes, levando em consideração a região de entrega, o fluxo de vendas e lucratividade.

 

  1. Checagem de cargas

 

Outra importantíssima etapa da logística de distribuição, a conferência de cargas é a etapa onde são conferidas a quantidade, tipo e condições das embalagens nas cargas. Leitores de códigos de barras são um exemplo de ferramentas que podem auxiliar e agilizar essa atividade, além de gerar mais segurança nos resultados.

 

Outro fator crucial para aumentar a qualidade de entrega, é a possibilidade de rastrear os produtos.

 

Caso erros processuais ocorram nessa etapa, podem haver devoluções, descontentamento e devolução de compras por parte dos clientes, o que causa prejuízo ao distribuidor e ao varejista.

 

  1. Controle de fretes

 

O Controle de Fretes é o processo onde se verifica a eficiência de atividades, como a expedição dos produtos e a execução da frota. Além disso, é nessa etapa que é conferido se o dimensionamento da carga está de acordo com o veículo e se a se o tipo de transporte escolhido foi uma decisão realmente assertiva.

 

  1. Análise de indicadores de desempenho

 

O monitoramento e análise de indicadores de desempenho é a atividade que identifica gargalos nos processos. Os chamados KPIs medem o nível de produtividade, prevenindo e minimizando prejuízos.

 

Alguns exemplos de indicadores são:

 

  • Tempo em trânsito;
  • Devoluções;
  • Exatidão nas notas de transporte;
  • Pontualidade das entregas;

 

Esses indicadores devem refletir a estratégia e meta estabelecidas na etapa de planejamento. Dessa forma, além de facilitar o trabalho dos gestores, tais informações dão suporte para importantes tomadas de decisão, possibilitando a eliminação de falhas e contornando situações prejudiciais antes que elas se tornem problemas mais sérios.

 

  1. Roteirização de entregas

 

A fim de equilibrar custos, qualidade e agilidade nos resultados, um bom planejamento deve estar inserido em todas as etapas da sua estratégia logística. Por conta disso, a roteirização de entregas é uma outra etapa da Logística de Distribuição vital para que você alcance bons resultados.

 

O trajeto interfere diretamente na eficácia da distribuição e, por isso, o investimento em instrumentos tecnológicos, geográficos e de navegação para a roteirização das entregas é essencial.

 

Dessa forma, é possível identificar as melhores opções de trajetos e auxiliar a empresa no atendimento de mais clientes em menos tempo, minimizando custos sem comprometer a qualidade.

 

Deixe sua logística de transporte nas mãos de quem realmente entende

 

Mais do que entender de logística, a pessoa ou empresa responsável pelas suas estratégias de distribuição precisa entender suas necessidades e suas dores. Por isso, muitos proprietários de empresas optam por terceirizar a logística da sua organização.

 

Diminuindo custos e aumentando a qualidade de entregas, uma empresa especializada, como a IGI Soluções Logísticas, é sempre a escolha certa para você que não quer ter dores de cabeça e aprimorar os seus serviços.

 

Saiba como a terceirização do setor logístico funciona clicando aqui.