O ano de 2020, com todas as mudanças causadas pelo novo coronavírus, foi o cenário ideal para que a tecnologia mostrasse sua importância e grandeza para o mundo da logística. Essa transformação digital trazida pela pandemia carregou ferramentas que foram indispensáveis para manter o setor em pleno funcionamento, mesmo com todas as adversidades.

Tendo isso em vista, o que será que nos espera neste novo ano? Quais serão as principais tendências para a logística em 2021?

 

Principais tendências de logística para 2021

 

Todos os setores estão sendo afetados pela enxurrada de inovações tecnológicas trazida pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e é claro que com a logística não seria diferente.

 

Comumente lembrada como uma área que faz o uso constante de processos manuais, a logística em 2021 será altamente afetada pela tecnologia, que ajudará o setor a dar longos saltos de eficiência.

 

Obviamente, novas tecnologias não são a única coisa esperada para o novo ano, no entanto, elas certamente se destacarão e trarão ao setor uma nova cara, ainda mais se levarmos em conta que novas startups com soluções e inovações para a logística estão surgindo em ritmo cada vez mais acelerado.

 

Sua empresa precisa estar atenta às principais tendências de logística para 2021. Por isso, separamos algumas projeções e às trouxemos neste artigo para te ajudar.

 

O crescimento da logística omnichannel

 

Omnichannel é uma estratégia de conteúdo entre canais utilizada pelas empresas para otimizar a experiência do cliente, tudo isso através da melhora do relacionamento com o público em seus pontos de contato.

 

Com a popularização dessa modalidade no varejo, a logística foi “forçada” a se adaptar a esse modelo, trazendo à tona a chamada “Logística Omnichannel”, a qual tem uma grande necessidade na agilidade do compartilhamento de informação, exigindo uma maior integração entre sistemas de varejistas e seus provedores logísticos.

 

No fim das contas, essa integração é capaz de garantir entregas mais ágeis, conquistando, assim, maiores níveis de satisfação da clientela.

 

Uso dos sistemas em nuvem também vai crescer

 

Trazendo um aumento na confiabilidade, economia e acessibilidade, os sistemas em nuvem também apresentam-se como grandes tendências para a logística em 2021.

 

Permitindo o acesso de dados em qualquer hora e lugar, os softwares, como Google Drive e Dropbox, dispensam a presença física dos colaboradores na empresa para a realização de atividades. Isso torna essa tecnologia uma ótima aliada, principalmente em intercâmbios eletrônicos de dados (EDI).

 

Super-redes logísticas, uma nova configuração na cadeia de suprimentos

 

A logística de super-redes estabelece plataformas digitais capazes de centralizar e integrar diversas cadeias de suprimentos, maximizando a eficiência e reduzindo os custos das empresas logísticas.

 

De maneira geral, ela integra todas as partes envolvidas na cadeia de suprimentos, oferecendo, por exemplo, rastreabilidade, transparência e, até mesmo, uma moeda unificada: a criptomoeda.

 

O principal motivo para que as empresas se adaptem às super-redes logísticas é o rastreamento, pois esse mecanismo rastreia o produto desde a sua produção, passando por toda a cadeia de abastecimento.

 

A terceirização do setor logístico como meio de economia

 

Muitas empresas, em especial as que estão dando seus primeiros passos, reconhecem que a logística gera altos custos. Pensando nisso, existem empresas que oferecem a terceirização de todo o setor logístico, o qual passa a ser gerido por uma empresa especializada no assunto e diminui exponencialmente os gastos da organização.

 

Para os próximos anos, a tendência é que o número de empresas que reconheçam que precisam de uma ajuda na logística cresça bastante, colocando em evidência a importância e necessidade da terceirização.

 

Conheça os serviços de terceirização logística da IGI clicando aqui.

 

Assim como 2020, esse novo ano também provavelmente trará alguns desafios para o setor logístico. E se o melhor remédio é a prevenção, é mais do que essencial que estejamos de olho nas próximas tendências.